Ator de 'Malhação': fui cercado por 700 jovens de uma vez


Atuar em Malhação é objeto de desejo de muitos jovens atores. Afinal, é a maior porta de entrada da Globo para outros trabalhos. De olho nessa possibilidade, Gabriel Falcão encara o protagonista Ben da novela adolescente como uma de suas principais oportunidades na televisão. No entanto, após singelas participações na TV e algumas peças de teatro, o ator evita se martirizar com as responsabilidades que o papel carrega.
"Seria mentira falar que não há pressão. Por isso, busco focar no meu trabalho da melhor forma possível. É um dos produtos mais importantes da emissora e de muita repercussão", afirma ele, que começa a se ambientar com a mecânica mais acelerada da televisão. ''Um estúdio é muito conturbado. É difícil se concentrar com tanta informação ao redor", completa. 
Ele também falou sobre a popularidade de Ben, o personagem:
"Na bienal, fui cercado por 600, 700 jovens de uma vez. Uma loucura!". 
Na história escrita por Ana Maria e Patrícia Moretzsohn, Ben é disputado pelas irmãs Anita e Sofia, de Bianca Salgueiro e Hanna Romanazzi, respectivamente. Para dar vida ao mocinho da trama, o ator logo iniciou um trabalho de preparação corporal juntamente com parte do elenco principal. Além disso, começou um intenso processo de aprendizagem do ''le parkour'', esporte praticado pelo personagem cujo princípio é mover-se de um ponto a outro o mais rápido e eficientemente possível, usando principalmente as habilidades do corpo.
"São movimentos muito específicos e difíceis. Sem uma preparação intensa, as cenas iam ficar muito estranhas e artificiais", explica. 
Nome: Gabriel Morel Falcão.
Nascimento: Em 26 de novembro de 1990, no Rio de Janeiro.
O primeiro trabalho na tv: Na série infantil Julie e Os Fantasmas, da Nickelodeon. 
Momento marcante: ''Atualmente. É maravilho encarar meu primeiro protagonista". 
Interpretação memorável: Wagner Moura como o Marcelo do filme VIPs. 
O que falta na televisão: "Mais obras fechadas que possam ter um cuidado de produção tranquilo e com maior qualidade. É algo que até está começando a ter mais na TV, como em Amores Roubados e A Teia, por exemplo". 
O que sobra na televisão: ''Sobra público. É impressionante como há público para tudo atualmente".
O que sobra na televisão: ''Sobra público. É impressionante como há público para tudo atualmente". 
Ator: Wagner Moura. 
Atriz: Cate Blanchett. 
Se não fosse ator, o que seria: ''Escritor ou músico''. 
Novela preferida: Joia Rara, da Globo. 
Cena inesquecível na TV: Quando o Félix, papel de Mateus Solano em Amor à Vida, revela seus crimes na frente de toda a família. 
Personagem mais difícil de compor: "O Ben, com certeza". 
Papel que mais teve retorno do público: "O Ben também. Na bienal, fui cercado por 600, 700 jovens de uma vez. Uma loucura!". 
Com quem gostaria de contracenar: "Possivelmente, o Wagner Moura. Já um desejo impossível de se realizar seria o Marlon Brando". 
Personagem que gostaria de interpretar um dia: "Sem querer ser pretencioso, mas Hamlet". 
Melhor bordão de TV: ''Não é brinquedo, não", de O Clone, da Globo, em 2001. 
Filme: Na Natureza Selvagem, de Sean Penn. Autor: William Shakespeare. 
Diretor: Ridley Scott. 
Vexame: ''Sempre pago mico diante de morcego. Saio correndo, literalmente. Na cidade cenográfica, passo vergonha durante as noturnas", brinca, aos risos. 
Medo: "Tenho pavor de morcego". 
Projeto: ''Quero muito trabalhar como diretor, seja na TV ou no cinema".

Fonte: Terra

0 Comentario "Ator de 'Malhação': fui cercado por 700 jovens de uma vez"

Postar um comentário

SEGUE NOSSO BLOG

POSTAGENS MAIS ACESSADAS