Autoras de Malhação defendem a discussão de temas pesados na trama

Mãe e filha à frente da 21ª temporada de Malhação (Globo/ TV Bahia), as autoras Ana Maria Moretzsohn, 66 anos, e Patricia Moretzsohn, 38, dividem a difícil tarefa de falar sobre o universo adolescente. A dupla, que está tocando 38 projetos paralelos, defende a discussão de tabus na telinha e a organização no trabalho.
“Somos super organizadas, sabemos que temos que colocar a mão na massa. Há autores bem porra-louca por aí, mas isso não existe aqui”, diz Ana Maria, que está junto à novela desde 1995, quando foi convidada para supervisionar a primeira temporada. 
Mãe e filha criticam a regulamentação mais rigorosa que não permite a abordagem de temas comuns à juventude como drogas e masturbação.
“É interessante porque eles cobram que Malhação tenha teor educativo, mas não didático. E, de repente, não pode falar. Tem que abordar outros temas que não interessam. Aí você é acusado de ser leve demais, de fazer programa infantil. É bem delicado”, revela Patrícia Moretzsohn. 
Mas, onde está o fascínio de se escrever para este público?
“Tem menos pressão que novela. Adolescente é um bicho raro (risos). É bom poder discutir questões com humor, sem aquele peso do drama. Claro que tem drama, mas só em algumas situações”, conta Ana Maria. “É uma faixa que tem frescor”, diz Patrícia. 
Matéria original: Correio 24h
Fonte: IBahia

0 Comentario "Autoras de Malhação defendem a discussão de temas pesados na trama"

Postar um comentário

SEGUE NOSSO BLOG

POSTAGENS MAIS ACESSADAS